Significado da Pascoa

      Quando comecei a fazer esta pagina sobre a Páscoa, pensei... esse é um tema  complicado para se falar pois abordando a história da páscoa, o porque do ovo de páscoa, o coelho da páscoa e principalmente estaria falando de religião. A palavra – “religião” – vem do latim – (religare) – que significa – ligar/atar/apertar– e diz respeito a laços que unem o homem à divindade.  Então, falando de laços, gostaria que todos pudéssemos ter uma única religião, aquela que une todas as pessoas para um bem maior o AMOR ao próximo, pois somos todos iguais, todos irmãos.  Mas como não é possível, o que podemos fazer para unir mais as pessoas ? O que aprendi com meus pais e tento por em pratica é que não importa qual é a sua religião ou até mesmo se você não tem uma, o que importa é ser uma pessoa Boa, respeitar uns aos outros, não julgando, não atacando,  não fazendo mal ao seu próximo, aprendendo a perdoar e se errar saber pedir desculpas e  transformar os defeitos em qualidades .

Feliz Páscoa, com carinho !
Gio

 
 

Pascal Adolphe Dagnan-Bouveret
A Última Ceia foi exibido no Salão de Champ-de-Mars, em 1896.

 

Páscoa nas diferentes religiões

JUDEUS - Os judeus,  festejam através do Pessach que é a celebração do povo judeu dos anos de escravidão no Egito. Para os Judeus a páscoa e a celebração do Pessach dura oito dias. Segundo consta nos ensinamentos do judaísmo, a páscoa é um período de renovação.
Costumam participar de uma série de rituais para a páscoa e relembram o chamado que Abrão recebeu de Deus em sua trajetória. A data comemorativa se destaca como uma das mais importantes do calendário judaico porque comemora a libertação do domínio egípcio. A partir desse episódio, várias tradições passaram a fazer parte da cultura dos judeus.

ESPÍRITAS - Para o espírita a páscoa através da ressurreição de Jesus é uma prova concreta de que o espírito não morre, mas somente o corpo. Para eles Jesus foi o primeiro a mostrar a imortalidade do espírito, surgindo em um mundo invisível como espírito. “Ele ressuscitou como espírito e se materializou depois disso para provar que, quando morremos, não acabamos”
Para os seguidores do espiritismo, a páscoa é uma oportunidade de reflexão sobre o tema. Porém, não há qualquer manifestação religiosa. “Espiritas comemoram com com a  famílias com o intuito da confraternização”

EVANGÉLICOS - Luteranos – De acordo com A comemoração da Páscoa para os evangélicos luteranos não difere muito dos católicos. “Nós cremos na ressurreição do corpo e da alma”. A simbologia pascal da Igreja Evangélica Luterana também se utiliza do coelho. “Vemos nele a fertilidade, a vida, mas com o porém de que a Páscoa não é somente uma festa comercial”

EVANGÉLICOS – Pentecostais - Acreditam que este seja um período de muita introversão. Eles, igualmente, crêem no fato que Cristo tenha ressuscitado. “No contexto bíblico judaico, que é o que seguimos, esse é um período que marca a saída do povo egípcio do cativeiro e a entrada dele na terra prometida. É, portanto, uma situação nova, de libertação”, esclarece o pastor Alessandro Marques. O símbolo desta religião é o cordeiro, cujo representa o corpo de Jesus.


TESTEMUNHA DE JEOVÁ - Para os testemunhas de Jeová, a data também é importante, mas não há comemorações especiais. Eles não costumam comemorar a páscoa devido à sua origem., a páscoa surgiu da libertação dos judeus do Egito,  quando Deus, através das dez pragas, abateu a escravidão. “Conforme as escrituras, esta data deveria ser comemorada até que o verdadeiro cordeiro de Deus estivesse sobre a terra, ou seja, após sua morte a festa não deveria mais acontecer” Os feriados e celebrações, como o natal, páscoa e aniversários são rejeitados como sendo de origem pagã.
Memorial da Morte de Cristo
O evento religioso mais importante do ano para as Testemunhas de Jeová é a comemoração do Memorial da Morte de Cristo, que acontece no aniversário da Última Ceia, calculado de acordo com o calendário lunar em uso na época de Cristo.

UMBANDISTAS – Os umbandistas não comemoram a Páscoa. “Inúmeras outras datas do calendário católico, festejamos, mas essa não”. Entretanto, os umbandistas adverte que, embora não faça parte desta crença aceitar a ressurreição, respeita-se àqueles que a tem como uma verdade.
 

CATÓLICOS - A Páscoa é a data mais importante para a religião cristã. Os católicos celebram, no domingo de Páscoa, a ressurreição de Jesus Cristo.

O nome vem do hebraico Pessach que significa passagem. Para os cristãos, é a passagem da condição de pecadores para uma vida de graça, a vida eterna. É por esse motivo que ela é a mais importante celebração da liturgia católica.

A semana que antecede o domingo de Páscoa é chamada pelos cristãos de “semana santa”. Ela começa com o Domingo de Ramos, que recorda a entrada de Jesus em Jerusalém e simboliza o amor e a dedicação dos cristãos para com Jesus Cristo, segundo a crença. A chamada Quinta-feira Santa simboliza a última ceia e a prisão de Jesus. A Sexta-feira da Paixão é representada pela crucificação e morte de Cristo, quando há encenações em diversas igrejas católicas. No sábado à noite, há a vigília pascal e o domingo representa a ressurreição do filho de Deus.

 

Símbolos RELIGIOSOS da Páscoa:


CÍRIO PASCAL: Simboliza o Cristo Ressuscitado. As letras Alfa e Omega nele gravadas significam que Jesus é o principio e o fim, e os cinco grãos de incenso nele colocados representam as cinco chagas de Cristo. A sua chama, a luz de Cristo. "Eu sou a luz do mundo, quem me segue do andará nas trevas, mas terá a luz da vida."

Na grande vela há ainda a indicação dos quatro algarismos do ano que está em curso, simbolizando a presença viva de Jesus junto a todos os povos do mundo, com união de fé e de esperança.

CRUZ: A cruz, instrumento de suplício no qual Jesus morreu, passou a ser um símbolo do cristianismo e também símbolo da Páscoa. Morrer na cruz era algo humilhante para os condenados, pois, além de ficarem com os corpos expostos publicamente, apenas os mais hediondos crimes eram punidos com tal pena.

Jesus; ao morrer na cruz, deu à humanidade mais Uma lição de humildade: sendo Filho de Deus, que tudo pode, morreu da forma mais vergonhosa que havia em seu tempo. A Cruz, antes era símbolo de condenação, depois com Cristo, tornou-se símbolo de salvação. Na. Páscoa, relembra-se que Jesus venceu a morte e, glorioso, passou a viver seu Reino de justiça e de paz.

CORDEIRO: representa li mansidão. No Antigo Testamento o cordeiro era objeto de sacrifício a Deus e no Novo Testamento Jesus é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, porque se sacrificou por amor a todos nós.

SINOS: Representam o anúncio da ressurreição de Jesus. O seu repicar festivo convida todos para que nos alegremos e louvemos o Cristo ressuscitado. Ele ressuscitou, Aleluia!

GIRASSOL: Para a festa da Páscoa escolhemos de preferência as flores amarelas e brancas, que significam a realeza e a paz de Cristo. Entre elas o girassol tem um significado todo especial: assim como para sobreviver a planta precisa ter sua corola voltada para o sol, do nascente ao poente, também os cristãos precisam estar voltados para o Sol-Cristo. Cristo é a luz, a força, a energia. O cristão sem uma ligação com Jesus não encontra significado para sua vida.

PEIXE: É um dos mais antigos símbolos do cristianismo. Os primeiros cristãos que eram obrigados a esconder sua fé devido às perseguições, reconheciam-se pelo sinal do peixe. Corno o peixe vive na água que continuamente se renova. Assim na Páscoa nós renovamos nossa fé o nosso batismo.

Quarta-feira de Cinzas
A Quarta-feira de Cinzas representa o primeiro dia da Quaresma no calendário gregoriano, podendo também ser designada por Dia das Cinzas e é uma data com especial significado para a comunidade cristã. A data é um símbolo do dever da conversão e da mudança de vida, para recordar a passageira fragilidade da vida humana, sujeita à morte. Coincide com o dia seguinte à terça-feira de Carnaval e é o primeiro dos 40 dias (Quaresma) entre essa terça-feira e a sexta-feira (Santa) anterior ao domingo de Páscoa.

Quaresma
Quaresma é a designação do período de quarenta dias que antecedem a principal celebração do cristianismo: a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no domingo de Páscoa, praticada desde o século IV e é uma palavra que vem do latim.
A Quaresma começa na quarta-feira de cinzas e termina na quinta-feira da Semana Santa, quando os católicos realizam a preparação para a Páscoa. O período é reservado para a reflexão, a conversão espiritual e onde os cristãos se recolhem em oração e penitência para preparar seu espírito.

Domingo de Ramos:
Dia da chegada de Jesus Cristo a Jerusalém, quando Ele é recebido com ramos de videira jogados no chão.

Quinta-feira Santa:
As comemorações começam na tarde deste dia. Era época do Pessach, tempo de festa. Sacrificavam-se cordeiros, libertavam-se prisioneiros, tomava-se vinho . Comemora-se a última ceia de Jesus. Antes da ceia, o messias lavou os pés de seus 12 apóstolos, repartiu o pão e o vinho e proferiu a frase: "Meu corpo... meu sangue". Neste mesmo dia, porém, Jesus foi traído por Judas Iscariotes e é preso pelos soldados romanos, enquanto orava no Monte das Oliveiras.

Sexta-feira da paixão:
É o dia do julgamento, da condenação, do martírio, morte e sepultamento de Jesus. a morte de Jesus é denominada como Paixão, uma metáfora de um ato de amor e de entrega. O silêncio, o jejum e a oração predominam neste dia.

Sábado de aleluia:
Na tarde deste dia começa a Vigília Pascal, em comemoração à noite da ressurreição. O sepulcro onde estava Jesus surge aberto na manhã de domingo. Seu corpo e os lençóis sagrados estavam desaparecidos. A liturgia começa fora das igrejas. Acende-se o Círio Pascal e o altar dos templos é novamente decorado com flores. Lê-se o Evangelho, canta-se o hino de Aleluia e a Páscoa é proclamada.no costume popular é o dia da malhação de Judas, o traidor de Jesus, Um boneco recheado de trapos e palha é pendurado num poste ou numa árvore e despedaçado a pauladas. Diz a tradição que esse apóstolo se enforcou, por remorso.

Domingo de Páscoa:
Durante todo o dia são celebradas missas que proclamam a ressurreição de Cristo. Pela tradição é vedado aos cristãos comer Carne Vermelha durante a Quaresma. As famílias se reúnem para festejar o renascimento do filho de Deus.

 

Coma a Páscoa é comemorada ao redor do mundo

 

Bélgica e França: Os sinos não são tocados entre a Sexta-feira da Paixão e o Domingo de Páscoa por causa de uma lenda que diz que eles voam até Roma e quando voltam deixam cair ovos para todos. As crianças belgas produzem ninhos de palha, na esperança de que o coelho deixe muitos ovos.

Bulgária
: Após a missa da Quinta-feira Santa, pintam-se ovos cozidos e fazem-se pães pascais, os "kolache" ou "kozunak". Os pães e os ovos são abençoados. Cada um da família pega um ovo e bate nos ovos dos outros; aquele que ficar com o ovo inteiro terá sorte durante o ano.

China
: No mesmo período da Páscoa, os chineses comemoram o "Ching Ming". Nessa época, eles visitam os túmulos dos ancestrais e deixam oferendas para eles, como forma de satisfazê-los em relação aos seus descendentes.

Estados Unidos
: Os pais americanos costumam esconder ovos cozidos, decorados com tintas, pela casa, para que seus filhos os encontrem. Algumas cidades fazem a "caça aos ovos" em praça pública.

Espanha
: Assim como no Brasil, alguns espanhóis se reúnem no Sábado de Aleluia para malhar ou queimar o boneco que representa Judas. Apesar deste apóstolo ter traído Jesus, a igreja é contra o ritual.

Índia
: Os hindus fazem o festival Holi para relembrar o surgimento do deus Krishna. Nesta época a população dança, toca flautas e faz comidas especiais para receber os amigos. É comum que o dono da casa marque a testa dos convidados com um pó colorido.

Rússia
: A tradição dos ovos coloridos também é forte na Rússia. Mas lá, ao dar o ovo para outra pessoa, se diz "Христос Воскресе!" (Cristo ressuscitou). Já quem recebe o presente deve responder "Воистину Воскресе!" (Ressuscitou realmente).

Suécia: As crianças fantasiam-se de bruxas, na Quinta-feira Santa ou na véspera da Páscoa, e visitam seus vizinhos. Deixam cartões decorados para conseguirem doces ou dinheiro, como fazem os americanos no Halloween.

 

COELHO DA PÁSCOA

 


É um dos primeiros animais que saem das tocas ao chegar a primavera após um longo inverno de recolhimento, é o coelho logo se põem a correr pelos campos verdes, repletos de flores, dando, portanto, a idéia de renovação da vida, que parecia estar morta durante o inverno. O que mais interessa religiosamente, é que os coelhos são animais que reproduzem com extrema facilidade e em grande quantidade. Vem daí a identificação com uma vida abundante, um processo de restauração, um ciclo que se renova todos os anos. E é isto exatamente que se relembra na Páscoa: a Ressurreição de Jesus, que traz consigo um novo tempo de paz e de esperança a toda a humanidade.

 

OVOS DE PÁSCOA

 

Os ovos de galinha cozidos ainda estão presentes em algumas culturas

 

O costume de presentear as pessoas na época da Páscoa com ovos ornamentados e coloridos começou na antigüidade. Eram verdadeiras obras de arte ! Os ovos de Páscoa hoje, são famosos no mundo inteiro.





Os ovos de chocolate são os mais comuns  , recheados com balas, confeitos e bombons. O ovo é um símbolo de começo. Daí sua associação à Páscoa: Lembra o Cristo que sai vivo após os três dias no sepulcro. A Ressurreição de Jesus também indica o princípio de uma nova vida, a redenção da própria humanidade e a promessa de um futuro cheio de alegria e felicidade para os que têm fé e esperança. Dentro do ovo gera uma vida, a vida é o Dom mais precioso de Deus.


Ovos de Páscoa medievais foram cozidos com cebola para dar-lhes um brilho dourado.  Rei Inglês Eduardo I, no entanto, foi mais longe e em 1290 ele  ordenou que 450 ovos a serem cobertos com folha de ouro e dadas como presentes de Páscoa.



O primeiro ovo de Páscoa de chocolate foi produzido em 1873 por (J. S. Fry & Sons). Antes disso, as pessoas iriam dar ovos de papelão ocos, cheios de presentes.


 



John Cadbury logo seguiram o exemplo e fez o seu primeiro ovo de Páscoa em 1875. Em 1892, a empresa produzia 19 linhas diferentes, todos feitos de chocolate escuro.

 



O maior ovo de Páscoa do mundo  foi feito com o puro chocolate belga - Guyilan - 2005- exibido na cidade de São Niklass na Bélgica.

50 mil barras de chocolate
1950 kilos de chocolate
8.32m alta
6,39m de largura
26 artesãos
525 horas para construir. 
Record do Guinnes Book para maior ovo de chocolate já construído pelo homem.

 
 

 

     
     
   

 
 
   
   
Voltar - Significado da Páscoa Voltar - Cartões de Páscoa
 
Voltar - Mulher Virtual
 
® Mulher Virtual
Mulher Virtual é marca registrada - Todos os direitos reservados.

Não é permitido copiar imagens, ao invés de copiar envie a pagina obrigada